Buscar

Saiba tudo sobre a Nutrição

A nutrição é o processo biológico em que os organismos vivos utilizam os alimentos para garantir suas funções vitais. A profissão Nutricionista é justamente o campo da ciência que se dedica a estudar e intervir nesses processos.


Se você tem interesse na área da nutrição, continue lendo, que te conto tudo sobre a profissão, curso e até a rotina de algumas profissionais da área.


Símbolo da Nutrição

Símbolo da Nutrição

O símbolo da nutrição é composto por uma serpente, enrolada em uma balança. Ambos os ícones estão dentro de um escudo com dois ramos de trigo logo abaixo.


A serpente representa a cura ou o renascimento, por sua capacidade de trocar de pele.


A balança, por sua vez, simboliza o equilíbrio. Fundamental na nutrição.


O escudo representa a ordem dos profissionais do curso de nutrição.


Por fim, o trigo representa a alimentação e foi escolhido por ser um dos cereais mais difundidos ao redor do mundo, por sua capacidade de adaptação.


Como é o curso de Nutrição


Competências de um Nutricionista


De acordo com o Ministério da Educação os formados em Nutrição devem ter habilidades para:

  • Aplicar conhecimentos sobre a composição, propriedades e transformações dos alimentos e seu aproveitamento pelo organismo humano, na atenção dietética

  • Promover, manter e ou recuperar o estado nutricional de indivíduos e grupos populacionais

  • Desenvolver e aplicar métodos e técnicas de ensino em sua área de atuação

  • Atuar em políticas e programas de educação, segurança e vigilância nutricional, alimentar e sanitária, visando a promoção de saúde em âmbito local, regional e nacional

  • Formular e executar programas de educação nutricional, de vigilância nutricional, alimentar e sanitária

  • Atuar em equipes multiprofissionais de saúde e de terapia nutricional

  • Avaliar, diagnosticar e acompanhar o estado nutricional, planejar, prescrever, analisar, supervisionar e avaliar dietas e suplementos dietéticos

  • Planejar, gerenciar e avaliar unidades de alimentação e nutrição, visando a manutenção e melhoria das condições de saúde de coletividades sadias e enfermas

  • Diagnosticar e intervir na alimentação e nutrição, considerando influências sócio-culturais, econômicas que determinam a disponibilidade, consumo e utilização biológica dos alimentos pelo indivíduo e pela população

  • Reconhecer a saúde como direito e atuar garantindo a integralidade de sua assistência, como um conjunto contínuo de articulações de ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema

  • Desenvolver atividades de auditoria, assessoria e consultoria na área de alimentação e nutrição

  • Atuar em marketing de alimentação e nutrição

  • Exercer o controle de qualidade dos alimentos em sua área de competência

  • Desenvolver e avaliar novas fórmulas ou produtos alimentares, visando sua utilização na alimentação humana

  • Integrar grupos de pesquisa em alimentação e nutrição

  • Investigar e aplicar conhecimentos com visão holística do ser humano

  • Integrar grupos de pesquisa na área de alimentação e nutrição

  • Investigar e aplicar conhecimentos com visão holística do ser humano, integrando equipes multiprofissionais

Conteúdo do curso de Nutrição


O curso de Nutrição deve contemplar conteúdos relacionados a todo o processo saúde-doença do cidadão, da família e da comunidade. São abordados quatro eixos básicos:


Ciências biológicas e da saúde

  • Bases moleculares

  • Bases celulares

  • Função dos tecidos

  • Órgãos

  • Sistemas e aparelhos


Ciências sociais, humanas e econômicas

  • Sociologia

  • Antropologia

  • Economia

  • Psicologia

  • Ecologia

  • Ética

  • Legislação

  • Comunicação


Ciências da alimentação e nutrição

  • Nutrição humana

  • Dietética

  • Terapia nutricional

  • Fisiologia nutricional dos seres humanos

  • Nutrição do processo saúde-doença


Ciências dos alimentos

  • Composição, propriedades e transformações dos alimentos

  • Higiene

  • Vigilância sanitária

  • Controle de qualidade dos alimentos


Melhores instituições de Nutrição

  1. USP

  2. UFMG

  3. UNICAMP

  4. UFRJ

  5. UFV


Notas de corte para Nutrição

Na primeira edição do SISU de 2020, a região a região com o maior número de vagas para o curso de Nutrição foi a região Nordeste, com 772 vagas ofertadas. O maior número de candidatos, porém, esteve no Sudeste, onde 22.629 pessoas concorreram ao curso.


A região com o menor número de vagas, por outro lado, foi a Norte, com apenas 40 ofertas. Foi nessa região, também, que se encontraram menos candidatos, com 1.328 pessoas concorrendo.

Vagas e candidatos para o curso de Nutrição no SISU 2020.1

Na região Centro-Oeste, a menor nota de corte para a modalidade ampla concorrência, foi 658,94 e a maior 699,08.


No Nordeste, as notas para Nutrição no SISU 2020.1 ficaram entre 647,92 e 816.


No Norte do país, a variação foi entre 678,12 e 693,78.


Na região Sudeste, a menor nota de corte foi de 662,17 e a maior 757,16.


Por fim, no Sul do país, as notas de corte da ampla concorrência ficaram entre 655,58 e 735,51.

Notas de corte para Nutriçaõ no SISU 2020.1


Média salarial dos Nutricionistas brasileiros


A região brasileira em que os Nutricionistas têm a melhor remuneração é a Centro-Oeste, com uma média salarial de R$ 3.213,05. Logo depois, estão os profissionais do Sudeste, recebendo R$ 2.813,38. Em seguida, no Sul do país, a remuneração média dos Nutricionistas é de R$ 2.709,51. A seguir os profissionais da categoria situados no Norte do país recebem R$ 2.660,15. E por fim, os Nutricionistas do Nordeste ganham em média R$ 2.256,59.

Remuneração dos nutricionistas brasileiros

O que dizem Nutricionistas sobre a profissão


Graziele Mendes – Nutricionista


Foto da nutricionista Graziele Mendes
Graziele Mendes - Nutricionista

Graziele foi uma criança com sobrepeso, sofreu bullying na escola, família e sociedade. Isso fez com que ele procurasse saber muito sobre temas relacionados à perda de peso e foi se apaixonando pelo assunto. Com apenas 10 anos de idade, resolveu ser nutricionista. Ela chegou a pensar em Educação Física, mas o amor pela Nutrição falou mais alto.


Ela se formou em uma universidade particular e, para pagar as mensalidades, trabalhava na prefeitura de Conselheiro Lafaiete. Com isso, ela se deslocava todos os dias de Catas Altas, onde morava até a cidade onde trabalhava.


Graziele conta que sempre buscou dar o seu melhor em todas as disciplinas e aproveitava o tempo da viagem para estudar. Ela participava de todos os eventos na área que podia e realizou o máximo permitido de estágios extra-curriculares.


Hoje, com 4 anos de formada, a nutricionista já lecionou em uma escola profissionalizante, fez parte do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, atuou com nutrição esportiva em uma escolinha de futebol e ginástica localizada e foi nutricionista industrial. Em todos os cargos, ela atuou por pelo menos um ano, com exceção da produção industrial, sempre atuando em dois cargos concomitantes.


Atualmente, ela trabalha como colunista em um jornal, consultora alimentar e desde sempre atua com atendimento clínico e merenda escolar.


A nutricionista conta que sente uma grande satisfação com o trabalho. É muito gratificante chegar na escola e receber o abraço das crianças contando das frutas que comeram. Ver que o adulto transborda energia, saúde e autoestima no consultório. Saber que seus leitores começam a mudar os hábitos alimentares. E quando o alimento está livre de contaminação e o cliente satisfeito. Graziele é apaixonada pela profissão!

 

Karine Fonseca – Nutricionista

Foto da nutricionista Karine Fonseca
Karine Fonseca - Nutricionista

Karine não escolheu ser nutricionista. Foi a Nutrição quem a escolheu. Ela tentou o vestibular para Odontologia, porém não passou. Como ela havia passado em Nutrição, resolveu tentar. Em menos de seis meses já tinha certeza de que não gostaria de mudar de curso e queria ser nutricionista.


A nutricionista explica que “poder ajudar as pessoas a recuperar sua saúde e prevenir doenças através da alimentação” pareceu um propósito de vida. À medida que foi conhecendo mais a profissão, foi vendo que podia fazer muito mais do que isso.


Karine se formou no Instituto Federal Minas Gerais e teve acesso a várias áreas da Nutrição durante sua formação. Ela teve contato com a Nutrição clínica, hospitalar, alimentação coletiva e saúde pública. A nutricionista conta que fez estágios em todas as áreas, o que deu a oportunidade dela conhece-las e poder escolher qual caminho gostaria de seguir dentro da profissão.


Em seu primeiro contato, ela estava ansiosa e insegura, mas muito feliz por estar atuando e disposta a fazer seu melhor. Até hoje, ela vê cada paciente como uma oportunidade de estudar e aprender um pouco mais.


Atualmente, trabalhando de forma autônoma, Karine faz a própria rotina de trabalho. Isso a dá flexibilidade de horários e permite que pegue uma folga no meio da semana caso precise. Mas ao mesmo tempo, às vezes ela passa fins de semana e feriados trabalhando. Ela gosta dessa forma de trabalho porque gosta de fazer a própria rotina, mas explica que é preciso foco, determinação, coragem, criatividade, estudo e muito trabalho para atuar como autônoma. Karine atua na clínica adulta, com foco em emagrecimento, hipertrofia, controle de doenças crônicas e melhora do estado de saúde de forma geral.


O que mais motiva a nutricionista na profissão é poder ajudar as pessoas a melhorarem saúde e autoestima por meio da alimentação. Ela conta que “é gratificante ver os resultados dos meus pacientes, o sorriso de cada um deles quando atingem um objetivo”. Ela pretende continuar fazendo seu trabalho da melhor forma que puder por muitos e muitos anos e poder ajudar aqueles que confiam a ela sua saúde.


Saiba como a Orientação Profissional pode te ajudar na hora de escolher sua profissão


Conheça nossos serviços de Orientação Profissional e de Carreira

55 visualizações